Lindberg defende Eduardo Campos, adversário de Dilma

Em Macaé, petista nega que socialista tenha sido intransigente sobre divisão de royalties

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Insatisfeito com a proximidade entre a presidenta Dilma Rousseff e o governador Luiz Fernando Pezão, mesmo com a cúpula do PMDB fluminense na campanha do senador Aécio Neves para a presidência da República, o candidato do PT ao governo do estado, Lindberg Farias, voltou a defender Eduardo Campos, candidato a presidente pelo PSB e adversário de Dilma Rousseff.

Em atividade de campanha ontem em Macaé, Lindberg elogiou o candidato socialista ao falar sobre o polêmico projeto dos royalties do petróleo, quando Campos foi um dos principais defensores de uma redistribuição dos recursos que prejudicaria o Rio.

Observado por Francisco Dornelles%2C Pezão é abraçado por PiccianiUanderson Fernandes / Agência O Dia

“É uma inverdade dizer que o Eduardo Campos era intransigente. Muito pelo contrário. Ele sempre teve uma posição conciliadora de tentar um acordo que envolvesse todos”, elogiou.

No Rio de Janeiro, o governador Luiz Fernando Pezão passou a noite na primeira rodada de reuniões com os aliados que integram a sua coligação, num total de 18 partidos.

No encontro, primeiramente com PSL, PSDC e PP, Pezão prometeu que não faltará material de campanha para 1.400 candidatos a deputado federal e estadual. Em nenhum momento o governador falou no nome da presidenta Dilma Rousseff, mas elogiou seu mais novo aliado, o vereador Cesar Maia, que será candidato a senador pelo DEM.

O candidato do PR, deputado federal Anthony Garotinho, se reuniu à noite com líderes comunitários na Pavuna, na Zona Norte do Rio. O candidato Marcelo Crivella (PRB) gravou filmes para a campanha. Já o candidato do Psol, Tarcísio Motta, participou de reuniões com correligionários.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia