Rebelião em presídio da PM provoca pânico em moradores de Benfica

Policiais do Batalhão de Choque foram para o local para controlar a situação

Por O Dia

Rio - Uma rebelião de policiais militares presos no Batalhão Especial Prisional (BEP) em Benfica, na Zona Norte do Rio, assustou moradores da região nesta segunda-feira. O motim começou por volta das 11h da manhã e, segundo as primeiras informações, teve como causa uma decisão judicial que determinou a transferência de presos para o Complexo Penitenciário de Gericinó. Os presos estariam reclamando ainda da qualidade das quentinhas e das constantes inspeções nas celas.

PMs rebelados no BEP não aceitam transferência para o Complexo Penitenciário de Gericinó José Pedro Monteiro / Agência O Dia

Houve quebra-quebra dentro do presídio. Policiais do Batalhão de Choque foram para o local para controlar a situação. Um grupo da Polícia Militar foi designado para negociar com os rebelados.

Pelo Twitter, moradores do entorno do presídio relatam apavorados a situação no BEP. "Minha tia é diretora da escola em frente ao presídio de Benfica está um caos pais sem sucesso estão tentando pegar os filhos", disse um internauta. "Clima tenso em frente ao BEP, Choque no local e quebra-quebra dentro do presídio escreveu outro usuário do microblog.

Em nota, a PM informou que "a Corregedoria Interna da Polícia Militar foi acionada para a Unidade Prisional nesta segunda-feira em função da transferência determinada pelo Poder Judiciário de um ex-policial militar para o Instituto Penal Cândido Mendes, que fica na Rua Camerino, no Centro, que está sendo contestada por alguns presos. Mesmo com o movimento, o ex-PM já foi transferido. O Batalhão de Choque (BPChoque) reforçou a segurança no local e as negociações com outros presos terminaram sem feridos". 

A situação foi controlada por volta das 23h. O policiamento segue reforçado no local.

Últimas de Rio De Janeiro