Por thiago.antunes

Rio - O funcionamento dos corredores BRS de Botafogo vem gerando dúvidas entre usuários do transporte público e motoristas. Apesar de a sinalização dos pontos e faixas de ônibus nas Ruas Voluntários da Pátria, São Clemente e Praia de Botafogo já ter sido instalada desde maio, a Secretaria Municipal de Transportes afirma que oficialmente o BRS não foi implantado no bairro.

Segundo o órgão, as pistas delimitadas pelas faixas azuis ainda não são exclusivas para ônibus, mas as paradas nos pontos sinalizados do BRS já estão sendo feitas no sentido de adaptar as linhas e os passageiros ao novo sistema. Na tarde desta segunda, a equipe do DIA verificou que muitos deles estavam perdidos. A psicóloga Fernanda Ratto, de 34 anos, aguardava um ônibus da linha 131 (Praça 15 - Gávea) na Rua Voluntários da Pátria sem saber se o local fazia parte do itinerário.

Fernanda Ratto (blusa vermelha) tenta obter informações sobre a linha 131 no novo ponto do BRSErnesto Carriço / Agência O Dia

“Só tem a lista dos ônibus que passam neste ponto. Deveria ter indicação das linhas que passam nas paradas vizinhas, como ocorre nos demais bairros onde há BRS. Falta informação e só vejo as pessoas confusas”, opinou.

Fernanda não era a única a reclamar. “A sensação que tenho é de que sempre estou no ponto errado, pois não há sinalização aqui. Não está fácil de encontrar meu ponto”, disse a gerente comercial Maria Brito, de 32 anos, na Voluntários da Pátria. Pelo lado dos motoristas, muitos não sabem se podem usar as faixas demarcadas para os coletivos. É comum ver filas de carros na faixa da esquerda enquanto a da direira (que será destinada aos ônibus) está vazia.

A prefeitura anunciou que o sistema começaria em 10 de maio, mas depois informou que o início foi adiado para depois da Copa. Ontem, a SMTR afirmou que ainda não há prazo para a implantação oficial do BRS.

Você pode gostar