Presidenta vai jantar com Pezão nesta quinta no Rio sem Lindberg

Encontro será na Baixada Fluminense

Por O Dia

Rio - A presidenta Dilma Rousseff vem nesta quinta-feira ao Rio de Janeiro participar de seu primeiro ato de campanha no estado. Mas ao lado do governador e candidato a reeleição Luiz Fernando Pezão, do PMDB, e não de seu companheiro de PT Lindberg Farias, também candidato.

O evento será à noite, numa churrascaria na Baixada Fluminense, e são esperados mais de 50 dos 93 prefeitos do estado. No início de junho, 60 prefeitos se reuniram na Barra da Tijuca para apoiar a chapa “Aezão”, uma dobradinha extraoficial que tem como candidato à presidência o senador tucano Aécio Neves, e para governador, Luiz Fernando Pezão, que oficialmente garante apoiar Dilma Rousseff.

Além dos 60 prefeitos, mais de 1600 lideranças de 18 partidos compareceram ao “Aezão”, a pedido do presidente do PMDB fluminense, Jorge Picciani, aliado declarado de Aécio Neves. O sucesso do evento fez com que Dilma cobrasse de Pezão uma resposta. Os petistas fluminenses, à exceção do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, que se opõe à candidatura de Lindberg Farias, ficaram indignados com o fato de a presidenta iniciar sua campanha do estado ao lado do PMDB.

O candidato do PR, Anthony Garotinho, não se incomodou com o evento e voltou a ironizar Pezão. Ele espera contar com Dilma em sua agenda de campanha na próxima semana. “A Dilma não me deve explicação nenhuma. Se existe alguém aqui a se explicar, é Pezão, que diz que apoia a Dilma, mas apoia o Aécio. Ele é quem deve explicações a ela”, brincou Garotinho.

Últimas de Rio De Janeiro