Bombeiros conseguem controlar incêndio em depósito de carros na Penha

Praticamente metade dos automóveis que estavam no estabelecimento, localizado dentro do Mercado São Sebastião, foram destruídos

Por daniela.lima

Rio - O incêndio que tomou conta de um depósito de carros dentro do Mercado São Sebastião, na Penha, Zona Norte do Rio, na tarde deste sábado, já foi controlado. A informação é do Corpo de Bombeiros. 

Confira a galeria: Incêndio atinge depósito de automóveis na Penha

Segundo o Corpo de Bombeiros%2C apesar da grande proporção do incêndio%2C não houve feridosCacau Rodrigues / Divulgação


Segundo informações preliminares das equipes de bombeiros que atuaram no local, o fogo teria começado após uma explosão espontânea em um dos veículos que estava dentro do local por volta das 16h. No momento do incêndio ao menos mil carros estavam estacionados no local, por voltas das 17h praticamente a metade dos automóveis já haviam sido consumidos pelas chamas.

A fumaça provocada pela queima dos veículos pôde ser vista a 20 km de distância e o incêndio chegou a provocar congestionamento na Avenida Brasil, na altura da Penha. 

Fumaça do incêndio pode ser vista a 20 km de distância Reprodução Vídeo


O local, que fica na Rua do Feijão, é propriedade do leiloeiro público Rogério Menezes. Lúcia Carrido, mãe do filho do dono do depósito disse estar aliviada por não haver vítimas do incêndio: "Há mais de 15 anos eles trabalham neste local. Graças a Deus não tivemos vitimas. Tanto o depósito quando os carros têm seguro".

Edgard Rogério, 23, filho de Rogério Menezes negou a possibilidade do incêndioter começado por faísca que teria surgido durante o empilhamento dos carros e lamentou a perda do patrimônio.

"Não costumamos usar a empilhadeira aos finas de semana. É uma dor imensa ver o que tudo que levamos anos construindo ser destruído pelo fogo". Ele disse ainda que nao acredita na possibilidade de incêndio criminoso.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os quartéis de Irajá, Penha, Guadalupe, Caju e Centro foram acionados para a ocorrência.De acordo com a Infraero, apesar da fumaça estar bastante alta, os vôos não sofreram alterações nesta tarde.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia