Unidades de saúde do Rio estão em alerta devido a surto do vírus Ebola

Em caso de suspeita de contaminação, o paciente será isolado e será dado início aos cuidados médicos adequados

Por nicolas.satriano

Rio - As unidades de saúde do Estado do Rio estão em alerta para a possível identificação de sintomas relacionados ao vírus Ebola. As informações são da Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do Rio e a medida é uma determinação do Ministério da Saúde, que está pondo em prática um plano de contingência já elaborado. 

Com isso, as secretarias municipais de saúde, Corpo de Bombeiros e Fiocruz já foram notificados e devem permanecer em estado de vigilância. No entanto, pelas caracteri?sticas da transmissa?o do vi?rus, assim como pelo seu comportamento cli?nico, a possibilidade de disseminac?a?o para outros continentes no momento atual e? baixa.

Em caso de suspeita, o paciente será encaminhado pela unidade de emergência em que for atendido para uma unidade de saúde de referência para isolamento e início dos cuidados médicos adequados. A doença tem notificação compulso?ria imediata e deve ser realizada pelo profissional de sau?de ou pelo servic?o que prestar o primeiro atendimento ao paciente, pelo meio mais ra?pido disponi?vel.

Todo caso suspeito deve ser notificado imediatamente a?s autoridades de sau?de das Secretarias municipais, Estaduais e a? Secretaria de Vigila?ncia em Sau?de do Ministe?rio da Sau?de.

A doença e sintomas  

O Ebola é causado por um vírus e está relacionado a? ocorre?ncia de surtos de febre hemorra?gica no continente africano desde 1976. Recentemente, casos da doença foram identificados em Serra Leoa, Libe?ria, Guine? e Nige?ria.

O peri?odo de incubação da doença pode variar de 1 a 21 dias e sua transmissão ocorre somente apo?s o ini?cio dos sintomas, por meio do contato direto com sangue e/ou secrec?o?es da pessoa infectada (incluindo cada?veres), assim como por contato com superfi?cies ou objetos contaminados.

São considerados suspeitos de estarem contaminadas pessoas que estiveram em algum dos países citados acima nos últimos 21 dias e que apresente febre de ini?cio su?bito, acompanhada de sinais de hemorragia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia