Procon autua 18 estabelecimentos e descarta 372kg de alimentos em Bangu

Na filial de atacadista, os fiscais inutilizaram 280 kg de linguiças vencidas

Por thiago.antunes

Rio - O Procon Estadual, ligado à Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), iniciou nesta terça-feira a Operação Moça Bonita, cujo objetivo é fiscalizar o comércio do bairro de Bangu na Zona Oeste do Rio. Na ação, os fiscais verificaram se bancos, açougues, lojas, lanchonetes e farmácias estão funcionando de acordo com leis municipais e estaduais, bem como em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Nessa primeira etapa da operação, 36 estabelecimentos foram fiscalizados.

Desses, 18 apresentaram irregularidades, foram autuados e serão multados. Os agentes recolheram e inutilizaram 372 kg e 200 gramas de alimentos impróprios para consumo e 15 litros de bebidas. Na filial do supermercado atacadista Assaí, os fiscais inutilizaram 280 kg de linguiça fina que estavam com o prazo de validade vencido. Já no açougue Império das Carnes foi descartado um total de 51kg e 700 gramas de carnes diversas sem especificação de validade, sendo 28 kg de carne previamente moída, o que é proibido poe lei. Os fiscais deram prazo de 20 dias para o proprietário melhorar a limpeza do local de armazenagem dos produtos.

Fiscais apreenderam alimentos vencidos em rede de atacadoDivulgação

Uma agência do Banco Itaú e outra do Banco Bradesco foram autuadas por não disponibilizarem o mecanismo de espera com controle de senha, item obrigatório no atendimento bancário segundo a Lei Municipal 5254, de 2011. Duas agências do Banco Santander também foram autuadas, com base nessa mesma lei, devido ao tempo de espera para o atendimento ser superior aos 15 minutos em dias comuns. O Banco do Brasil, localizado na Avenida Cônego Vasconcelos, foi a única agência vistoriada que não apresentou irregularidades.

Outros estabelecimentos nos quais os agentes não encontraram problemas: Ofertão de Bangu, Lady Marie, Ótica Banguense, Shock Materiais Elétricos, Grippon, Citycol, Utilar, Calcados Lidex, Pastelaria Esmeralda todos na Avenida Ministro Ary Franco. Ponto Frio, Brin Jeans, Malhas Mil, Stylus, Artpe, Requinte Magazine, Tid's Papelaria e Kodak Pra Você.

Em nota oficial, a Rede Assaí afirmou que "trabalha de acordo com as orientações dos órgãos reguladores e tem rigoroso procedimento para garantir a qualidade de seus produtos. A empresa ressalta também que os produtos estavam fora da área de venda e reforça que todas as exigências apontadas pelo Procon foram imediatamente sanadas e os itens foram descartados".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia