Jandira Feghali confirma morte de Eduardo Campos em queda de jato

Avião arremeteu por causa do mau tempo

Por O Dia

Rio Em nota ao jornal O DIA, a deputada Jandira Feghali confirmou que o candidato à Presidência Eduardo Campos morreu na queda de um jato particular em Santos na manhã desta quarta-feira.

Um jato particular que decolou do Rio de Janeiro em direção ao Guarujá caiu em área nobre da cidade de Santos, no litoral de São Paulo, na manhã desta quarta-feira. O avião caiu próximo a uma academia de ginástica. Bombeiros não informaram o número de pessoas a bordo nem o estado de saúde dos feridos. As primeiras informações são de que pelo menos 10 pessoas ficaram pessoas. Os bombeiros confirmam que há um morto, ainda não identificado.

LEIA TAMBÉM

Eduardo Campos morre no mesmo dia do avô Miguel Arraes

'Perdemos um grande brasileiro', diz presidente Dilma Rousseff

Candidato à Presidência Eduardo Campos morre em queda de jato

Jandira Feghali confirma morte de Eduardo Campos em queda de jato em Santos

No Jornal Nacional, Eduardo Campos defende fim de cargos vitalícios no Judiciário

Eduardo Campos evita Dilma em velório de Ariano Suassuna

O plano de vôo do jatinho modelo Cessna 560 XL prefixo PR AFA é semelhante ao que seria feito pelo candidado à Presidência Eduardo Campos (PSB). A aeronáutica não confirma a lista de passageiros do avião que caiu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, há pelo menos dez feridos. Ao todo, três foram liberados e sete estão na Santa Casa de Misericórdia de Santos, não há informações sobre o estado de saúde.

A queda ocorreu em uma área residencial de Santos. Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), da Polícia Militar e dos bombeiros estão no local.

Últimas de Rio De Janeiro