Por thiago.antunes

Rio - A Câmara Municipal do Rio de Janeiro vota nesta quinta-feira um projeto de Emenda à Lei Orgânica que autoriza a Guarda Municipal a utilizar armas não letais, como pistolas teaser (que fazem disparos elétricos) e frascos de gás de pimenta. O projeto é de autoria do presidente da Câmara, vereador Jorge Felippe (PMDB), e foi motivado após as manifestações de junho do ano passado, quando os guardas não tinham como se defender e muito menos defender o patrimônio público.

Para que seja aprovado, são necessários 33 votos a favor (2/3 da Casa). “A maioria dos vereadores é a favor do projeto. Entendemos que o projeto dará mais qualidade ao serviço da Guarda Municipal em benefício da população carioca”, diz Jorge Felippe. A votação não estava prevista na Ordem do Dia, mas a assessoria do presidente informou que o anúncio foi feito em plenário na tarde desta quarta-feira.

A vereadora Teresa Bergher (PSDB), afirmou que não houve aviso algum. “Eu estava lá no plenário. Não vi nem ouvi o presidente anunciar que haveria essa votação amanhã (hoje). Acho tudo muito estranho”.

Reportagem de Márcio Allemand

Você pode gostar