Por marcello.victor

Rio - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy detiveram quatro pessoas libertaram um motorista e dois ajudantes de um caminhão frigorífico roubado na noite desta quinta-feira, no acesso da comunidade para a Avenida Brasil, na Zona Oeste. A carga estava sendo descarregada em uma casa de luxo, próximo a uma região de mata. A polícia tenta identificar os bandidos que abordaram os funcionários e o dono do imóvel.

Segundo os PMs, o motorista e os ajudantes contaram que tinham feito uma entrega da mercadoria em um minimercado na entrada da Vila Kennedy, por volta das 19h45. Quando deixavam o local rumo à Avenida Brasil foram abordados por quatro homens em duas motos na Praça Miami. Os condutores seriam mototaxistas que atuam na região, ainda de acordo com informações de PMs. Armado e usando capacete, um dos bandidos entrou no caminhão e anunciou o assalto, obrigando o motorista a seguir em direção ao interior da comunidade.

Ainda segundo relato de policiais da UPP, na Rua Tancredo Neves, 63, os três funcionários foram obrigados a ajudar outras quatro pessoas a descarregar a mercadoria em uma casa. A polícia chegou ao local através de uma denúncia anônima, flagrou a ação e deu voz de prisão ao grupo. Não houve confronto e armas não foram encontradas. Um dos PMs relatou que o imóvel fica na última rua da comunidade, próximo a mata e tem padrão diferente da maioria existente na região, como portão automático, ar condicionado central em vários cômodos e TVs de LCD.

Na 34ª DP (Bangu), onde a ocorrência foi registrada, o motorista e os ajudantes prestaram depoimento e foram liberados. Assustados, eles não quiseram comentar a ação dos bandidos. Os outros quatro detidos foram autuados por receptação. Eles contaram em depoimento que o dono da casa onde a mercadoria estava sendo descarregada participou da ação e abordagem ao caminhão. A nota fiscal encontrada dentro do veículo mostra que a carga estava avaliada em R$ 38 mil.

Você pode gostar