Por thiago.antunes

Rio - Um dia após o registro de vários roubos e furtos nas praias do Arpoador e Leblon, na Zona Sul, a PM informou que já antecipou a Operação Verão e que não pretende aumentar o contingente de 150 homens do 23º BPM (Leblon) que operam na área aos finais de semana com apoio de outros batalhões. Um dos crimes ocorridos no domingo foi fotografado pelo DIA. Banhistas e moradores estão preocupados com a possibilidade de os registros aumentarem no verão.

“Assisti a cinco arrastões de camarote, da janela de casa. Desde o ano passado não uso mais cordões para passear na orla”, confessou, na manhã desta segunda, a moradora Vanda Meiga, de 55 anos. A aposentada Ivete Saioni, de 83, por sua vez, disse só andar pela Avenida Vieira Souto usando bijuterias. “Em fevereiro deste ano arrancaram um cordão de ouro do meu pescoço e chegaram a arranhar minhas costas. Não passearei por aqui neste verão”, disse.

Policial observa a movimentação de banhistas no Arpoador: um dos crimes foi flagrado por equipe do DIAFotos%3A José Pedro Monteiro / Agência O Dia

Com movimento nas areias bem menor que no final de semana, não havia sido registrado, até 16h de ontem, qualquer caso de roubo no Arpoador. O policiamento feito por viaturas de 23º BPM podia ser visto ao longo da orla. Segundo o comando do batalhão, 50 homens atuam nas praias de Ipanema, Leblon e São Conrado de segunda a sexta-feira.

Temperatura cai

As altas temperaturas registradas desde a semana passada têm feito com que a frequência das praias da Zona Sul, em pleno inverno, seja digna de dias de verão. “Vim nos últimos dias, pois não se desperdiça um sol como esse”, disse a empresária Gabriela Hermes, de 37, enquanto passeava com seus dois cães nesta segunda-feira. Porém, de acordo com o Climatempo, as temperaturas devem começar a cair a partir de desta quarta-feira. Quando podem ocorrer pancadas de chuva à tarde e à noite.

Você pode gostar