Câmara rescinde contrato da Space

Casa também cria comissão para investigar possíveis fraudes da operadora da TV Câmara

Por O Dia

Rio - A Mesa Diretora da Câmara dos Vereadores do Rio decidiu, nesta quinta-feira, rescindir os contratos que mantinha com a empresa de Space 2000 Serviços de Limpeza Ltda, que operava a TV Câmara pelo valor contratual de R$ 5 milhões. A secretária Kelly Vieira de Melo Teixeira, que mora de aluguel numa casa simples em Caxias, constaria como sócia da Space e da operadora anterior da TV Câmara, a SCMM Serviços de Limpeza e Conservação, que cobrou R$ 2 milhões pela operação em 2010.

A Space também prestou serviços de desratização para a Câmara por R$ 4,5 milhões. As denúncias foram veiculadas segunda-feira, no ‘RJTV’. “A decisão se deve às denúncias veiculadas pela imprensa referentes à constituição do quadro societário da SCMM e Space 2000. Os fatos fornecem elementos consistentes de que a Câmara do Rio foi vítima de provável fraude em processo licitatório”, informou, em nota, a assessoria da Câmara. 

Além dos cancelamentos, a Câmara criou uma Comissão de Sindicância assessorada por um técnico do Tribunal de Contas do Município (TCM) para analisar e identificar possíveis irregularidades, no prazo máximo de 30 dias, nos contratos celebrados com as empresas SCMM e Space 2000.

Últimas de Rio De Janeiro