Por thiago.antunes

Rio - Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) prenderam, na manhã desta segunda-feira, Rodrigo Lopes Kopke, de 40 anos, por ter feito em ‘gatos’ de luz e de água, em sua residência, na Rua São José, Mantiqueira, Xerém, Duque de Caxias. Rodrigo foi autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado e crime contra a administração ambiental.

Segundo o delegado Alessandro Thiers, titular da especializada, os policiais apreenderam, no local, equipamentos de informática como computadores, notebooks CDs, DVDs e pendrives. Porém, o que chamou a atenção dos policiais na chegada à residência, foi a presença de quatro aparelhos de ar-condicionado, todos ligados, numa manhã fria de inverno.

Os policiais, então, solicitaram fosse mostrada uma conta de luz da residência, quando Rodrigo confessou ter feito uma ligação clandestina junto ao poste de eletricidade. Os agentes solicitaram apoio à Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), e o perito criminal constatou a existência do ‘gato’ e, também, de uma ligação clandestina de um poço artesiano à estação de água da CEDAE, configurando o ‘gato de água’.

Você pode gostar