Por adriano.araujo

Rio - A eleição de 5 de outubro marcará o começo de uma briga no PMDB, a disputa, no início de 2015, pela presidência da Assembleia Legislativa. O atual presidente, Paulo Melo, não abre mão de tentar nova reeleição. Mas deverá enfrentar a concorrência de outro peso-pesado, Jorge Picciani, seu antecessor no cargo e presidente do partido no Rio.

Domingos Brazão corre por fora — derrotado por Melo em 2013, ele chegou a liderar uma dissidência na Alerj. Agora, tem dito a amigos que não descarta concorrer de novo.

Fator Garotinho

Brazão espera lucrar com a disputa entre Picciani e Melo. A eleição de Garotinho também seria vantajosa para ele, que mantém boas relações com o ex-governador. A entrada de Pezão na briga não está certa: alguns dizem que ele prefere ser um supersecretário de Pezão.

Pelo sorteio

Presidente da Comissão de Educação da Alerj, Comte Bittencourt foi ao Ministério Público contra a Secretaria de Educação. Quer que os alunos das 11 escolas de Ensino Médio Integrado, que formam a elite da rede, sejam escolhidos por sorteio. Para ele, o atual concurso prejudica candidatos que passaram por escolas ruins.

Liga pra mim...

Secretário de Educação, Wilson Risolia anda magoado com a comissão de Comte. Ninguém ligou para cumprimentá-lo pelo bom resultado no Ideb.

Você pode gostar