Arcebispo do Rio, Dom Orani é assaltado em Santa Teresa

Um dos bandidos pediu desculpas, mas mesmo assim cometeu o roubo

Por O Dia

Rio - O cardeal arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, foi assaltado por volta das 20h30 de segunda-feira por três homens armados em Santa Teresa. Um dos ladrões chegou a reconhecer o cardeal e pediu desculpa pelo roubo, mas levou o anel, o cordão com o crucifixo, o celular e a caneta do arcebispo. Segundo a assessoria da Arquidiocese, o carro só não foi levado porque Dom Orani foi reconhecido.

Dom Orani foi assaltado em Santa TeresaErnesto Carriço / Agência O Dia

O arcebispo do Rio saía da residência oficial, no Sumaré, para participar de um debate de candidatos ao governo do Rio na Rádio Catedral, na Glória, quando o carro em que seguia com o fotógrafo, um seminarista e o motorista da Arquidiocese foi fechado pelo veículo dos bandidos, que também roubaram a câmera fotográfica e acessórios do fotógrafo, uma batina do seminarista, além da mochila e do paletó do motorista.

Segundo policiais militares do 5º BPM (Praça da Harmonia), com medo do flagrante, os bandidos foram descartando o produto do roubo ao longo da Estrada do Sumaré. Os pertences de Dom Orani, do motorista e do seminarista foram recolhidos pelos PMs e devolvidos aos donos. O material fotográfico, entretanto, não foi encontrado.

Após o roubo, os acompanhantes do cardeal seguiram para a 10ª DP (Botafogo) para registrar o assalto. Dom Orani foi para a Rádio Catedral onde encerrou o debate entre os candidatos a governador Marcelo Crivella (PRB) Tarcísio Motta (Psol) por volta das 21h50, segundo informou a rádio.

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública referentes aos quatro últimos meses computados (maio, junho, julho e agosto), os roubos de veículos registrados na delegacia de Santa Teresa (7ªDP) subiram 133,33%. Foram 12 casos em 2013 contra 28 ocorrências no mesmo período de 2014.

Últimas de Rio De Janeiro