Em última tentativa de chegar ao 2º turno, Lindberg vai colar campanha em Dilma

Presidente do PT diz que candidato tentará se colocar como uma terceira via

Por O Dia

Rio - A 20 dias da eleição, Lindberg Farias, candidato do PT ao governo, resolveu colocar de vez a estrela vermelha no peito. Numa última tentativa de chegar ao segundo turno, o senador pretende colar mais a sua campanha com a de Dilma Rousseff, que tenta a reeleição. A operação é para tentar atrair eleitores petistas que estariam dispersos.

Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá diz que Lindberg tentará se colocar como uma terceira via, uma opção a Garotinho (PR) e Pezão (PMDB), que lideram as pesquisas.

Arquivo

Em busca dos petistas, Lindberg arquivou a mágoa gerada pelos carinhos entre Dilma e Pezão.

Marina

A mudança deverá incluir a defesa dos royalties do petróleo para o Rio — isso representará uma crítica a Marina Silva. O vice da candidata do PSB, Beto Albuquerque, foi um dos líderes dos projetos que prejudicavam o estado. Marina também já declarou que concordava com as mudanças. No Rio, o PSB é aliado do PT.

Dez dias

Para Quaquá, é fundamental que Lindberg reaja em dez dias. A tarefa vai ser complicada: na última pesquisa do Datafolha, Garotinho e Pezão tinham 25% das intenções de voto; Crivella (PRB), 19%; Lindberg, 12%.

Absolvição culpada

O Twitter do Tribunal Superior do Trabalho informou: “Turma absorve Petrobras de indenizar geólogo demitido por abrir empresa concorrente.”

Temporada francesa

Professora da rede estadual, Sany Moreira foi selecionada pela Secretaria de Educação para morar um ano na França. Dará aulas de português na Escola Internacional de Paris-Leste, que integra projeto de estudos franco-brasileiros.

Últimas de Rio De Janeiro