Polícia tenta identificar quatro homens que balearam Mazinho em Belford Roxo

Mulher do candidato a deputado também foi atingida

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil busca testemunhas e imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os quatro homens que balearam o candidato a deputado estadual pelo PRTB Gecimar Gomes de Azeredo, o Mazinho da Farmácia, e a mulher dele, Aline Duarte Florencio Silva, por volta das 7h30 desta quinta-feira, em Belford Roxo. O casal passou por cirurgia no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, e está internado em leitos da unidade de terapia intensiva (UTI), ambos em estado grave.

Mazinho foi baleado em Belford Roxo%3A casal está em estado graveReprodução

Mazinho e a mulher seguiam para a farmácia onde trabalham, no Parque São José, em Belford Roxo, mas, quando passavam de carro pela Estrada Aníbal da Mota, no bairro Parque Suécia, foram interceptados pelo carro dos atiradores. Seis disparos atingiram o candidato, e um tiro feriu Aline.

‘Atentado político'

De acordo com testemunhas, os autores dos disparos chegaram a ser perseguidos por uma viatura do 39º BPM (Belford Roxo), mas conseguiram fugir. O caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo), que trabalhava com a hipótese de tentativa de assalto, mas não descartava crime político — o inquérito seria encaminhado à Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, perícia de local foi realizada e a melhora de saúde das vítimas é considerada fundamental para as investigações, pois o casal ainda não pôde ser ouvido.
Segundo Ataide Rosa de Azeredo, de 40 anos, primo de Mazinho, a família desconfia de motivação política para o crime. “Acreditamos que é um atentado político, pois não roubaram nada”.

Outro familiar de Mazinho, que pediu para não ter o nome citado, tem a mesma opinião. “Não acho que foi assalto. Sabemos como as coisas funcionam na política da Baixada”. Em nota, o PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) informou que hoje vai procurar os familiares de Mazinho para prestar total apoio e solidariedade.

Em 2012, 930 votos

Segundo o presidente da legenda no Rio, Jimmy Pereira, os quadros da agremiação estavam mobilizados ontem na preparação do debate do presidenciável Levy Fidélix e, por isso, ninguém do partido entrara em contato com a família de Mazinho. O PRTB afirmou ainda que confia no trabalho da polícia para elucidar o caso. Mazinho da Farmácia tem 48 anos e, nas últimas eleições municipais, em 2012, ganhou a suplência de vereador em Belford Roxo, com 930 votos.

Últimas de Rio De Janeiro