Por marlos.mendes

Rio - Presidente do PSB, Roberto Amaral, afirma ter sofrido um baque com a queda de Marina Silva. Frisou, porém, que isto vinha ocorrendo há algumas semanas. Segundo ele, não seria razoável reclamar dos ataques que ela sofreu. "Ninguém dá colher de chá", diz. Outras pessoas ligadas a Marina Silva reclamam da postura de vítima que ela assumiu ao ser atacada e de sua incapacidade de montar equipes e de se relacionar com outros políticos.

Você pode gostar