Por thiago.antunes

Rio - O soldado Elias Camilo, 32 anos, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier, baleado na cabeça durante tiroteio nesta segunda-feira, no Complexo do Lins, no Lins, Zona Norte do Rio, permanece em estado grave. Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), o PM foi operado no Hospital Naval Marcílio Dias e o projétil foi retirado.

Elias foi atingido quando fazia patrulhamento de rotina com outros policiais da UPP Camarista Méier na região, na localidade conhecida como Gambá. A CPP afirma que o policiamento na comunidade está reforçado, inclusive "por agentes de outras unidades", e que "buscas estão sendo feitas na região" para tentar localizar os criminosos que atiraram contra o policial.

Você pode gostar