Por thiago.antunes

Rio -  O Rio vai sediar o primeiro Encontro Nacional de Segurança Turística que reunirá delegados titulares de Delegacias de Atendimento ao Turista (DEAT), comandantes de Batalhões de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUR), Secretarias Estaduais de Segurança de todo o país, além de dirigentes municipais e estaduais de turismo e responsáveis pelas áreas de segurança das redes hoteleiras.

O anuncio foi feito após reunião entre José Mariano Beltrame, secretário de Estado de Segurança e Cláudio Magnavita, secretário de Estado de Turismo, que firmaram a parceria entre as Secretarias para a realização do encontro.

No encontro, que acontecerá nos dias 18 e 19, serão abordados temas como capacitação e treinamento de policiais; policiamento especial de pontos turísticos, além da troca de experiências relacionadas às ações preventivas de proteção ao visitante, seja ele nacional ou internacional. A programação também discutirá a formação dos policiais que atendem diretamente o turista.

Rio será sede do primeiro Encontro Nacional de Segurança TurísticaDivulgação

De acordo com Cláudio Magnavita, idealizador do projeto, a valorização da segurança no governo Pezão teve um reflexo direto na imagem do Rio no exterior e no aumento do fluxo turístico para o estado. “É essencial para o setor essa troca. Serão cerca de 300 pessoas de todo o Brasil, pensando, discutindo e trocando informações sobre segurança com foco no turismo”, segundo o comandante do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas do (BPTUR), Tenente Coronel Joseli Cândido, que completa:

Para Alexandre Braga, delegado titular da primeira delegacia do Brasil especializada em atendimento ao turista, esse é um evento histórico que mostrará ao Brasil como o Estado do Rio de Janeiro vem se organizando, com foco na segurança, para a realização de mega eventos. “Também aprenderemos com outros estados, que possuem delegacias especializadas de atendimento ao turista, onde também existe um trabalho de alta qualidade que pela primeira vez será compartilhado” finaliza o delegado. 

Você pode gostar