Presidente do PT-RJ quer que partido apoie candidatura de Freixo para Prefeitura

Para Quaquá, seria importante recolocar a agremiação como força de esquerda em 2016

Por O Dia

Rio - Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá quer que o partido, em 2016, apoie a candidatura do deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) para a Prefeitura do Rio. Para ele, a aliança seria importante para recolocar o PT como força de esquerda no estado.

A posição foi revelada na gravação do programa ‘O jogo do poder’, que irá ao ar amanhã, às 23h15, na CNT. Depois, Quaquá disse ao Informe que levou em conta também o gesto de deputados do Psol de declarar voto em Dilma Rousseff neste segundo turno.

Sem Pezão

Na avaliação de Quaquá, o PCdoB também poderia integrar a frente. Segundo ele, o fundamental é não retomar a aliança com o PMDB mesmo que Pezão vença a eleição.

Briga pesada

Por falar nisso: peemedebistas já andam preocupados com 2016. Além de Freixo, há possíveis candidatos fortes como Romário (PSB) e Clarissa Garotinho (PR).

Cabral à vista

Por conta de divisões internas, o PMDB não tem pré-candidato definido para a prefeitura. Para alguns, apenas Sérgio Cabral uniria o partido.

Alto comando

Ontem cedo, o alto comando da campanha de Dilma reuniu-se para discutir como tratar o caso Petrobras. Alguns defenderam a demissão de acusados, mas prevaleceu a posição do ex-ministro Franklin Martins de que é preciso esperar a conclusão das investigações. Na reunião foi tomada a decisão de condenar o vazamento das gravações.

Cacos e faca

Presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Melo fez graça quando, no debate da Band, Crivella derrubou um copo, que se espatifou no palco: “Já tem caco de vidro, daqui a pouco, aparece uma faca...”.

Últimas de Rio De Janeiro