Por marcello.victor

Rio - O vendedor ambulante Isaías Teixeira, de 22 anos, morreu atropelado na Avenida Radial Oeste, em frente ao Estádio do Maracanã, durante uma ação de repressão da Secretaria de Ordem Pública contra o comércio irregular antes do jogo entre Flamengo e Internacional pelo Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira. Manifestantes atacaram viaturas e a sede da Guarda Municipal (GM).

De acordo com a GM, agentes davam apoio a operação de rotina que é feita no entorno do estádio em dias de jogos para reprimir vendedores não autorizados. Ambulantes que atuavam próximo ao Museu do Índio fugiram ao perceber a aproximação dos guardas. Isaías tentou atravessar a Avenida Radial Oeste e acabou atingido por um Citroen prata, na pista sentido Centro. O motorista prestou socorro, mas ele não resistiu e morreu no local.

Revoltado, um grupo de pessoas atacou a pedradas a sede Unidade de Ordem Pública (UOP) da GM, que fica ao lado do estádio, e viaturas da corporação. Janelas e quatro veículos foram danificados. Ninguém foi detido durante o protesto.

O caso foi registrado na 18ª DP (Praça da Bandeira).

Você pode gostar