Por paloma.savedra

Rio - Assim como no primeiro turno (dia 5), este domingo de eleições deixou um rastro de sujeira pelas ruas, em diversas regiões do Rio, como na Rocinha e em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. Panfletos, santinhos e bandeiras 'tomaram' as calçadas cariocas, formando, mais uma vez, um lixo eleitoral. 

Na passarela da Rocinha%2C gari limpa resto de sujeira deixada por eleitores no local Maíra Coelho / Agência O Dia

A Comlurb chegou a recolher 350 toneladas de lixo só no primeiro turno. De acordo com a empresa, o serviço, que começou às sete horas da manhã do dia 5, se estendeu até a manhã do dia 6, segunda-feira. Foram deslocados para a remoção do lixo 2.600 garis, que contaram com o apoio de 244 veículos.

Uma equipe da Comlurb também ficou à disposição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) durante todo o período eleitoral para intensificar o serviço de remoção de lixo espalhado por toda a cidade. Orientados pela Coordenadoria de Fiscalização da Propaganda Eleitoral do TRE, os garis recolheram cartazes, placas e outras peças instaladas nas vias públicas de forma irregular.

Calçadas de Vicente de Carvalho%2C na Zona Norte%2C retratam a falta de educação com o lixo eleitoral Pedro Monteiro / Agência O Dia

A fiscalização do programa Lixo Zero, da Comlurb, também foi mantida para este domingo. Até o momento, a Comlurb não divulgou o balanço parcial da operação.


Você pode gostar