Aulas são suspensas em Cabo Frio e mais de 26 mil alunos são prejudicados

Aulas foram suspensas em cidade da Região dos Lagos, após funcionários não conseguirem chegar ao trabalho. Batalhão de Choque da PM auxilia policiais do 25º BPM

Por O Dia

Rio - As aulas das escolas municipais de Cabo Frio foram suspensas na manhã desta segunda-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação da cidade da Região dos Lagos, funcionários das escolas não conseguem chegar a seus locais de trabalho pois a Viação Salineira retirou sua frota de ônibus das ruas. A empresa é a única que presta o serviço de transporte coletivo na cidade. Rodoviários decretaram paralisação por 24 horas no município.

Segundo a secretaria, aproximadamente 26 mil alunos são afetados com a suspensão das aulas. No segundo distrito de Cabo Frio, Tamoios, há aulas, porém em determinadas turmas, elas ocorrem com horários reduzidos.

Cabo Frio tem 65 escolas municipais, além de outros três Centros de Ensino, totalizando 68 Unidades de Ensino. Ainda de acordo com a secretaria, a Viação Salineira, já anunciou que toda a frota de ônibus foi retirada de circulação e que possivelmente só voltará ao normal após 24h (contados a partir das 9h de hoje).

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, apenas o Colégio Estadual Praia do Siqueira interrompeu as atividades na manhã desta segunda-feira. Nesse turno, há 143 alunos na escola.

Rodoviários fazem assembleia

Em assembleia, às 9 horas desta segunda-feira, na porta da Auto Viação Salineira, o Sintronac (Sindicado dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros de Niterói a Arraial do Cabo) decidiu por maioria que os Motoristas e Cobradores do Grupo SMS (Auto Viação Salineira, Montes Brancos e Auto Viação São Pedro) decretaram paralisação de 24h pela insegurança no transporte municipal, e só voltando a circular com a garantia de escolta policial internamente nos ônibus ou por viaturas.

A assembléia lembrou a morte do rodoviário John Carlos Soares Brandão, motorista da SPTrans que morreu após ter o corpo quimado, em ataque de bandidos que incendiaram um ônibus em São Paulo, no dia 22 de outubro. John teve queimaduras em 80% do corpo.

O sindicato convocou nova assembléia da categoria para às 15 horas desta segunda-feira e para às 6 horas da terça-feira para avaliar as condições de segurança, e decidir sobre a normalização de suas atividades.

Em nota, o Grupo SMS, dono da Viação Salineira, informou que "respeita a decisão da Assembléia realizada por seus colaboradores, e já tenta junto ao comando do 25º BPMRJ escolta para que sua frota volte a circular normalmente".

Batalhão de Choque atua em Cabo Frio

O policiamento segue reforçado em Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, com ajuda de policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, que auxiliam policiais militares do 25º BPM (Cabo Frio).

Neste domingo, dois ônibus da Viação Salineira foram incendiados, um às 5h30 e outro às 16h, no bairro São Cristóvão, em Cabo Frio, e em São Pedro da Aldeia. Um terceiro ônibus, que pertence à empresa Balneário, também foi incendiado às 7h30, na Rua Duarte da Costa, no bairro Guarani, em Cabo Frio.

Ônibus incendiado em Cabo FrioPortal RC24h/Divulgação

Também neste domingo, uma agência do banco Itaú teve seus caixas eletrônicos incendiados em São Cristóvão e um caminhão teve a sua cabine incendiada no bairro Guarani. De acordo com tenente-coronel do 25º BPM (Cabo Frio), Rui Sérgio França de Oliveira, o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) foi acionado para reforçar o policiamento na região.

"Estamos com todo o efetivo do batalhão nas ruas, um total de 800 homens. Acionamos o Choque por conta das ocorrências registradas na noite deste domingo. Já identificamos alguns suspeitos e ao longo do dia faremos buscas no intuito de prender esses marginais, que serão enquadrados em crimes como formação de quadrilha, associação criminosa, dano, entre outros", falou o tenente-coronel. Ao todo 40 policiais do BPChoque auxiliam nas buscas em Cabo Frio.

De acordo com a Polícia Militar, os ataques na cidade da Região dos Lagos pode estar ligado à mesma facção que incendiou dois ônibus no início da manhã deste domingo, após operação da Polícia Militar na Favela do Lixo, em Cabo Frio, onde quatro suspeitos de tráfico morreram após trocar tiros com os policias.

Últimas de Rio De Janeiro