Por tiago.frederico
Publicado 27/10/2014 10:40 | Atualizado 27/10/2014 12:34

Rio - Cerca de 30% dos ônibus da Viação Salineira voltaram a circular ainda na madrugada desta segunda-feira após o terceiro veículo da empresa ter sido incendiado na tarde deste domingo em São Pedro da Aldeia. Segundo PMs do serviço reservado P2, o policiamento segue reforçado nas cidades da Região dos Lagos.

Na noite deste domingo, dois novos ataques foram registrados em Cabo Frio. Caixas eletrônicos de uma agência do banco Itaú foram incendiados em São Cristóvão e um caminhão teve a sua cabine incendiada no bairro Guarani. De acordo com tenente-coronel do 25º BPM (Cabo Frio), Rui Sérgio França de Oliveira, o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) foi acionado para reforçar o policiamento na região.

"Estamos com todo o efetivo do batalhão nas ruas, um total de 800 homens. Acionamos o Choque por conta das ocorrências registradas na noite deste domingo. Já identificamos alguns suspeitos e ao longo do dia faremos buscas no intuito de prender esses marginais, que serão enquadrados em crimes como formação de quadrilha, associação criminosa, dano, entre outros", falou o tenente-coronel. Ao todo 40 policiais do BPChoque auxiliam nas buscas em Cabo Frio.

Ainda neste domingo, dois suspeitos de terem participado do incêndio de um ônibus no bairro Guarani, por volta das 7h30, foram encaminhados para a 126ªDP (Cabo Frio). 

O terceiro ônibus da Viação Salineira foi incendiado, por volta das 17h30 deste domingo. Ninguém ficou ferido. De acordo com a Polícia Militar, o ato pode estar ligado à mesma facção que incendiou dois veículos da empresa na madrugada de sábado para domingo, após operação da Polícia Militar na Favela do Lixo, em Cabo Frio, onde quatro suspeitos de tráfico morreram após trocar tiros com os policias.

Ônibus incendiado em Cabo FrioDivulgação

Os bandidos mortos estavam com fuzis, coletes a prova de balas , pistolas e drogas. O confronto aconteceu na noite de sábado e, na madrugada de domingo, bandidos incendiaram um ônibus da viação, no terminal da Praça São Cristóvão. Ao amanhecer, outro ônibus, particular, foi incendiado no bairro Guarani.

Motoristas da empresa Salineira, que tem linhas domésticas na região, resolveram voltar para a garagem, alegando temerem represálias de traficantes. Em consequência, muita gente ficou sem condução durante a manhã e parte da tarde de domingo. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a votação nos colégios eleitorais da região não foi afetada.

A Polícia Militar confirmou que os bandidos mortos estavam com fuzis, pistolas e se infiltraram na Favela do Lixo.

Por causa dos incêndios e com medo de novos confrontos, motoristas da Viação Salineira foram orientados a não saírem da garagem, o que prejudicou a circulação de cidadãos até os colégios eleitorais, durante toda a manhã e início da tarde de ontem. O Tribunal Regional Eleitoral entrou em contato com a PM e um reforço de efetivo garantiu a volta da circulação de ônibus em Cabo Frio.

Você pode gostar