Por marcello.victor

Rio - Um menor de 14 anos foi apreendido suspeito de atirar um coquetel molotov contra a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Turano, no Rio Comprido, na Zona Norte do Rio, no início da madrugada desta terça-feira. De acordo com policiais, o artefato estourou fora do contêiner, que fica na localidade da Matinha, nos fundos da Universidade Estácio de Sá. Ninguém ficou ferido.

Após o ataque, os PMs realizaram um patrulhamento na região para tentar localizar os autores. O menor de 14 anos foi preso em atitude suspeita. Um dos policiais contou que ele tentou se desfazer de uma caixa com várias garrafas quebradas. Ele está sendo ouvido na 17ª DP (São Cristóvão), onde a ocorrência está sendo registrada.

Ainda segundo os policiais, depois do ataque à base da Matinha, dois homens em uma moto atiraram pedras contra a cabine avançada da UPP, na Rua do Bispo. A base, a viatura e os policiais não foram atingidos. A dupla fugiu.

Na tarde de segunda-feira, um homem de 22 anos foi baleado em um dos braços durante uma roca de tiros entre bandidos e PMs da UPP Turano, na localidade conhecida como Raia. A vítima está internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Não há informações sobre sua identificação e seu estado de saúde.

Desde o incidente da tarde, o policiamento está reforçado na região do Rio Comprido.


Você pode gostar