Por cadu.bruno

Rio - Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Aluísio Gama decidiu oferecer a Pezão e a Sérgio Cabral a antecipação de sua saída do TCE. Isto, para permitir que o deputado Paulo Melo assuma a vaga e desista de concorrer à reeleição para a presidência da Assembleia Legislativa — o deputado eleito Jorge Picciani também quer o cargo.

Pezão disse ao Informe que não se meterá na briga, e que tudo ficaria em paz. Na véspera, Melo reuniu 17 deputados de diferentes partidos num jantar — entre eles, Gustavo Tutuca, ligado ao governador.

Você pode gostar