Por felipe.martins

Rio - Os familiares de Almir de Souza Santana, 61 anos, não sabem mais o que fazer. Eles contam que aguardam desde o início da manhã a remoção do corpo do homem, que sofria com um tumor na garganta e veio a falecer após deixar um posto de saúde na Cidade dos Meninos, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. 

De acordo com Roberto Rodrigues Machado, 42 anos, parentes estiveram na manhã desta quinta-feira na 60ª DP para registrar o óbito. Segundo ele, os agentes da delegacia infromaram que a Defesa Civil seria acionada e o corpo removido. No entanto, até o início desta noite, o corpo de Almir continuava no quarto onde morava. 

"A gente está tentando uma solução. Já fomos à polícia, ligamos para os Bombeiros, mas até agora ninguém apareceu. A minha esposa, que é irmã dele, já precisou ser medicada. Essa situação precisa ser resolvida", disse ele. 

De acordo com Corpo de Bombeiros, a delegacia acionou a corporação somente na parte da tarde. O prazo dado à família para a remoção do corpo é até às 20h30. 


Você pode gostar