Por paloma.savedra

Rio - Agentes da Operação Lapa Presente, da Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro, prenderam, na noite deste domingo, dois homens foragidos da Justiça pelos crimes de roubo e extorsão.

Denílson de Moraes Moreira, de 36 anos, foi abordado na Rua 20 de Abril por agentes, que constataram que ele não portava nenhum documento de identificação. Durante revista, também foi encontrado um papelote de cocaína em seu poder. Ao ser conduzido à 5ª DP (Mem de Sá), foi constatado que havia contra ele um mandado de prisão em aberto pelo crime de extorsão. Denílson foi preso.

Já na Praça Cardeal Câmara, próximo ao Circo Voador, os agentes surpreenderam Wilson Andrade Ferreira, de 34 anos, tentando serrar a corrente que prendia uma bicicleta. Ao ser abordado, ele alegou ser proprietário da bicicleta e ter perdido a chave do cadeado. O suspeito, que não apresentou documento de identificação, foi conduzido à 5ª DP (Mem de Sá), onde foi constatado que havia contra ele um mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo. Wilson foi preso.

A Operação Lapa Presente deu início às suas ações de fiscalização no dia 1º de janeiro de 2014. Desde então, até a madrugada do dia 3, os agentes cumpriram 179 mandados de prisão – sendo sete por homicídio, 75 por roubo, 46 por furto, 23 por tráfico de drogas e 28 por outros crimes.

Além disso, 1.331 pessoas foram detidas por porte de entorpecentes, sendo 1.278 detidas por posse para consumo e 53 presas por tráfico de drogas. Também foram conduzidas à delegacia 23 pessoas por porte de arma branca, 14 por portar arma de fogo, 114 por roubo e furto e 323 por outros delitos. Foram aprendidos também aproximadamente 6,5 kg de drogas (maconha, cocaína, crack e ecstasy).

Você pode gostar