Por felipe.martins

Rio - Eduardo Paes mudará, até o fim do ano, parte do seu primeiro escalão. Com a reforma no secretariado, ele tentará aprimorar a gestão nos seus últimos dois anos de governo e, ao mesmo tempo, reforçar a equipe para a disputa da eleição de 2016, quando haverá a escolha de seu sucessor. O deputado federal Pedro Paulo Carvalho — favorito de Paes para disputar a prefeitura — e o deputado estadual eleito Carlos Roberto Osório voltarão a ocupar postos importantes na administração municipal.

Os que ficam

O prefeito não deverá mexer no que chama de “núcleo duro” de seu governo, que inclui secretarias como as de Fazenda, Administração, Educação, Saúde e Obras.

Risolia vai pra Caixa

Secretário Estadual de Educação, Wilson Risolia não permanecerá no cargo no próximo governo de Pezão. Ele disse a amigos que pretende retomar sua carreira na Caixa Econômica Federal — chegou a ser um dos vice-presidentes da instituição.

Processos

Presidente do RioPrevidência no primeiro mandato de Sérgio Cabral, Risolia também anda cansado de problemas relacionados ao exercício do cargo, como a abertura de processos judiciais contra ele. Nos corredores do Palácio Guanabara há quem diga que o futuro secretário terá perfil semelhante ao do atual, ou seja, não será um político.

Bolsa de apostas

A disputa pela Presidência da Assembleia Legislativa anda tão animada que há deputados fazendo apostas em dinheiro. Um grupo sustenta que Paulo Melo ficará na briga com Jorge Picciani até o fim; outro acha que o atual presidente da Casa vai acabar aceitando fazer um acordo.


Você pode gostar