Por paulo.gomes
Publicado 04/11/2014 12:57 | Atualizado 04/11/2014 23:32

Rio - Pelo menos 28 pessoas foram detidas, nesta terça-feira, durante operação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas no Morro do Banco, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio. Policiais do 31º BPM (Barra da Tijuca), com apoio do 2º Comando de Policiamento de Área (2º CPA), iniciaram as buscas na comunidade, pela manhã, e seguiram com a ação no local.

De acordo com a assessoria da PM, os policiais apreenderam ainda três quilos de maconha, seis aparelhos celulares, três pistolas, um carregador de fuzil e diversos cartões de créditos. A ocorrência foi registrada na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Ao longo do dia%2C 28 pessoas foram detidas e 13 acabaram liberadas. A polícia apreendeu drogas e armasFutura Press

Segundo os agentes da 16ª DP, nove pessoas ficaram presas e seis menores foram apreendidos. Robson Bonfim de Almeida, foi preso por tráfico de drogas. Leonardo Carlos, André Luis, Sara Gomes e Welington dos Santos de Aquino foram presos por tráfico, associação para o tráfico, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. 

Arley Domingues Siqueira de Souza foi preso por tráfico e associação para o tráfico. Rafael Geronimo Gomes dos Santos foi preso por associação para o tráfico e corrupção de menores. Pablo Orozimbo da Silva e Weslei André de Souza Viana - porte de arma de uso restrito. Ainda segundo a distrital, os menores vão responder por diversos crimes como tráfico, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

Companhia destacada

A Polícia Militar inaugura em dez dias a Companhia Destacada do Morro do Banco. A previsão de efetivo para a nova companhia é de 60 PMs. Durante este prazo, o 31ºBPM (Barra da Tijuca) fará operações de mapeamento da comunidade, tal como a realizada nesta terça-feira (04/11), quando foram detidas 28 pessoas. A nova companhia ficará provisoriamente instalada nas instalações da ONG Aldeia SOS. Depois das obras, a sede definitiva será na Rua Itália Fausta. O comandante será o capitão Marcus Salles.

Você pode gostar