Por marcello.victor

Rio - Três homens foram mortos em duas ações, no fim da noite de segunda-feira, na Baixada Fluminense, durante a reação de policiais do 20º BPM (Mesquita) a ações de suspeitos. Um jovem de 18 anos também foi baleado. A 58ª DP (Posse) investiga os dois casos.

Pouco depois das 22h, um sargento licenciado do batalhão reagiu a ação de três jovens que tentaram levar seu carro na Rua Benjamim Chambarelli, no bairro K-11, em Nova Iguaçu. Ele reagiu e conseguiu balear dois suspeitos, que tentaram fugir. Ferido no rosto, Lucas Gabriel Calheiros da Silva, de 20 anos, foi preso pela guarnição do sargento J.Ricardo e cabo Schafer quando tentava se esconder embaixo de uma passarela. Com ele, segundo os PMs, foi apreendido um revólver calibre 38 com quatro munições deflagradas.

Os dois feridos foram levados para o Hospital da Posse, também em Nova Iguaçu, onde Lucas está preso sob custódia. O jovem de 18 anos atingido no abdômen não resistiu e morreu. Até o fim na madrugada ele ainda não tinha sido identificado.

Na Favela da Chatuba, em Mesquita, por volta das 23h, PMs do batalhão revidaram o ataque de dois homens em uma moto, durante patrulhamento na Rua Irmã Filomena, na localidade conhecida como Boca do Arrastão. Eles foram encaminhados para o Hospital da Posse, onde morreram.

De acordo com o sargento Fogal, Bruno Luan Veloso, o Piano, de 24 anos, e Wellington Gabriel Vilela Pereira, 20, pertencem ao tráfico de drogas. O segundo é apontado como o gerente da quadrilha na localidade da boca do Arrastão. Um pistola calibre 380 foi apreendida.

Você pode gostar