Por tiago.frederico
Leonardo de Paiva dos Santos%2C 25%2C foi baleado nas costas por um policial à paisana na porta da feira de moda Fashion %26 Hype%2C em LaranjeirasCarlos Moraes / Agência O Dia

Rio - Um policial lotado na 1ª Companhia Independente da Polícia Militar foi preso, na noite deste sábado, após atirar contra um homem, identificado como Leonardo de Paiva dos Santos, 25, na porta do evento de moda Fashion & Hype, que acontecia na Rua Cardoso Júnior, em Laranjeiras, na Zona Sul da cidade.

Segundo o comandante Major Ivan Souza Blaz Junior, o PM, que estava com a sua família no local, sacou a arma e atirou contra um grupo de pessoas, após sofrer uma agressão. A Polícia Militar ainda não explicou qual agressão o PM sofreu.

De acordo com testemunhas, a confusão na porta do Fashion & Hype começou por causa de um copo de cerveja. Um amigo de Leonardo, identificado apenas como Fernando, e que tem necessidades especiais, teria pego o copo da bebida do militar, que estava à paisana, e bebido. O PM teria se irritado e dado uma coronhada no jovem. Leonardo, então, entrou em cena para defender o rapaz, mas acabou sendo baleado nas costas.

Leonardo de Paiva dos Santos foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele passou por uma cirurgia e está estável, mas inspira cuidados, pois perdeu muito sangue. O tiro dado pelo PM atingiu a veia cava, uma das principais veias do corpo humano. O rapaz segue internado na sala vermelha, local para onde são levados os pacientes em estado grave.

PM está preso

De acordo com a Polícia Civil, o policial, cuja identidade ainda não foi revelada, foi encaminhado para a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Benfica, na Zona Norte. O caso foi registrado na 10ª DP (Botafogo) como lesão corporal grave. Ainda de acordo com a Polícia Civil, imagens de câmeras de segurança instaladas no local onde ocorreu o fato vão ser analisadas. As investigações para apurar o caso ainda estão em andamento.

Policial militar à paisana atirou nas costas de jovem de 25 anos na porta de uma feira de modas em Laranjeiras%2C na Zona SulCarlos Moraes / Agência O Dia

Em nota, a organização do Fashion & Hype lamentou o caso e frisou que o episódio naõ aconteceu dentro do evento, mas sim na rua. "A fatalidade ocorreu fora do evento em uma barraquinha de bebidas onde os moradores se encontram aos finais de semana...Como o evento estava com uma ambulância na porta e estava disponível, prestamos socorro à vítima que foi encaminhada ao Miguel Couto e passa bem", explicou os organizadores.

Ainda de acordo com a organização do Fashion & Hype, "o evento retornou a programação normal de atrações logo após o ocorrido". Os organizadores afirmam que tomarão as medidas jurídicas cabíveis, "em favor de nossa marca com mais de 20 anos de mercado", afirmaram.


Você pode gostar