Por paulo.gomes

Rio - Agentes da Polícia Federal de Angra dos Reis realizaram uma operação na manhã desta terça-feira, na sede da prefeitura de Mangaratiba, na Região Costa Verde. A ação é em apoio ao Núcleo de Tutela Coletiva do Ministério Público Estadual e tem como objetivo combater crimes de fraudes em licitações, cumprindo mandados de busca e apreensão.

Agentes da Polícia Federal estiveram na sede da prefeitura de Mangaratiba%2C na manhã desta terça-feira%2C para cumprir mandados de busca e apreensãoDivulgação

De acordo com a Polícia Federal, a investigação está sob sigilo e trata de fraudes em licitações ocorridas entre março de 2011 e dezembro de 2012 e que teriam causado graves prejuízos aos cofres públicos.

Evandro Bertino Jorge, prefeito do município, estaria prestando depoimento aos agentes da PF. Por conta da ação, funcionários da prefeitura foram impedidos de trabalhar.

Na sede do Jornal O Povo%2C no Centro do Rio%2C agentes do Ministério Público também realizaram apreensõesSeverino Silva / Agência O Dia

Por volta das 7h, agentes do Grupo de Atuação dos Promotores (GAP) do Ministério Público do Rio (MPRJ) também cumpriram um mandado de busca e apreensão na sede do Jornal 'O Povo', na Rua Washington Luís, no Centro do Rio.

Na sede do jornal, os agentes apreenderam cerca de 15 livros de arquivo de publicações do diário, entre os anos de 2011 e 2012. Neles constariam publicações do jornal sobre licitações envolvendo a Prefeitura de Mangaratiba.

Você pode gostar