Invasores de condomínio deixam o local sem nenhum tipo de resistência

Reintegração de posse do conjunto habitacional do 'Minha Casa, Minha Vida', em Guadalupe, acontece nesta quarta

Por O Dia

Rio - Começou por volta das 9h desta quarta-feira a saída dos invasores do conjunto habitacional do programa "Minha Casa, Minha Vida", em Guadalupe, na Zona Norte. As primeiras famílias começaram a deixar o local minutos depois de receberem as notificações das mãos dos oficiais de Justiça. O policiamento está reforçado desde a Avenida Brasil com equipes do 41ºBPM (Irajá) e Comando de Operações Especiais (COE). Porém, o clima é de relativa tranquilidade.

GALERIA: Invasores deixam condomínio do 'Minha Casa, Minha Vida' em Guadalupe

Primeira pessoa a deixar o Residencial Guadalupe, o repositor de estoques Haroldo Alves, de 50 anos, lamentou ter sido obrigado a sair do local. "Estou revoltado por ter que sair (do conjunto habitacional). Morro um barraco em Costa Barros e aqui estava fechado há cinco meses".

Invasores do Residencial Guadalupe%2C conjunto habitacional do 'Minha Casa%2C Minha Vida'%2C deixam os apartamentos após decisão judicialSeverino Silva / Agência O Dia

O COE ocupou as comunidades próximas ao condomínio. O objetivo é ajudar os oficiais a cumprirem todas as notificações. Como foi solicitado pelos invasores, um caminhão dos bombeiros, duas ambulâncias e três carros estão no local auxiliando a saída das famílias.

De acordo com o coronel Cláudio Costa, relações públicas da Polícia Militar, a desocupação teve início no 11º prédio (o último do condomínio) e seu término será no primeiro edifício. Os moradores, segundo o PM, concordaram em deixar os apartamentos de forma pacífica.

"Tudo está transcorrendo com muita tranquilidade. Os caminhões estão retirando os pertences dos moradores e levando alguns para suas residências e por locais indicados por eles. Desde o início dessa ocupação o comando do 41ºBPM (Irajá), o coronel Luiz Carlos Leal, vem conversando com as pessoas e assim a gente vem fazendo e está tudo tranquilo até o momento", disse em entrevista para a Globo News.

Invasores do condomínio do programa 'Minha Casa%2C Minha Vida'%2C em Guadalupe%2C deixam os apartamentos após determinação da JustiçaSandro Vox / Parceiros / Agência O Dia

O coronel afirmou que mesmo após a desocupação, a PM continuará fazendo o policiamento na parte externa do conjunto habitacional. "A segurança interna do conjunto é de responsabilidade da construtora e a Caixa Econômica, também na nossa reunião, ficou de dar esse apoio. Na parte externa sim, a Polícia Militar vai estar com reforço de policiamento com o 41ºBPM e também com batalhões do 2ºCPA (Comando de Policiamento de Área)".

Por conta da desocupação do conjunto habitacional, quatro escolas, uma creche e um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) da rede municipal não estão funcionando. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 2.824 alunos estão sem aulas. Já a Secretaria de Estado de Educação informou que todas as unidades estão funcionando normalmente.

Agentes da CET-Rio estão nas vias próximas ao condomínio orientando o trânsito, já que algumas ruas, como um trecho da Fernando Lobo, estão fechadas por conta da retirada dos invasores.

Últimas de Rio De Janeiro