Space 2000 sai na frente na disputa para operar TV da Câmara Municipal

Em agosto, Mesa Diretora havia rescindido contratos com a empresa, por indícios de irregularidades

Por O Dia

Rio - Especializada em aluguel de máquinas e limpeza de prédios, a Space 2000 saiu na frente na disputa pelo direito de operar a TV da Câmara Municipal. Em agosto, a Mesa Diretora havia rescindido contratos com a empresa, então encarregada da TV Câmara e de fazer serviços de limpeza.

A decisão foi tomada por indícios de irregularidades — haveria 'laranjas' entre os donos da Space 2000. A empresa, porém, conseguiu liminares que lhe permitiram continuar suas atividades até a realização de licitações.

Recursos

Anteontem, a Space 2000 chegou a ser anunciada como vencedora do pregão. A decisão não foi homologada porque cinco concorrentes anunciaram recursos. Entre as três finalistas do certame, a Space foi a que ofereceu o menor preço para operar a TV: R$ 4,675 milhões.

Sem especialização

Concorrentes alegam que a empresa descumpre o edital por não ser especializada em TV.

O problema é outro

Para o deputado federal Miro Teixeira (Pros), o fato de um ex-gerente da Petrobras ter aceitado devolver R$ 250 milhões amealhados com corrupção revela que não dá para culpar o sistema político pela roubalheira. “Que eleição ele disputou?”, pergunta. Para Miro, a questão é simples: há corrupção porque há corruptos.

A conferir

Vice-governador eleito, Francisco Dornelles espera que seu PP seja bem lembrado por Pezão na escolha do secretariado. “Ele diz que PP é o ‘Partido do Pezão’. Vamos ver se é mesmo...”, conclui.

Valeu, Zumbi

O pessoal do turismo comemora: 89% dos quartos de hotéis de Copacabana estão reservados para o feriadão de Zumbi.

Últimas de Rio De Janeiro