Por marcello.victor

Rio - Um homem que não teve o nome revelado pelo Exército foi baleado na cabeça, na tarde desta quarta-feira, em confronto com a Força de Pacificação que atua na Vila do João, no Complexo da Maré.

O incidente ocorreu durante uma operação da Divisão de Homicídios (DH) da capital, que investiga a morte do presidente da Associação de Moradores do Morro do Timbau, Osmar Paiva Camelo, em setembro. Ele foi executado com sete tiros.

Em nota o Comando da Força de Pacificação informou que militares em patrulhamento na comunidade foram recebidos a tiros por traficantes. Houve revide e o suspeito foi baleado.

Ainda segundo o informe, ele foi socorrido pela tropa e inicialmente levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Maré. Posteriormente, o homem foi transferido para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde

Ainda de acordo com o Exército, com o suspeito foram encontradas uma pistola, munições e uma granada.

NOTA DO EXÉRCITO

O Comando da Força de Pacificação informa que, no dia 19 de novembro, por volta das 16:30h, durante um patrulhamento na Vila do João, a tropa foi recebida por disparos de arma de fogo, efetuados por um suposto envolvido com facções criminosas. Seguindo as regras de engajamento a tropa respondeu aos disparos de forma proporcional. O suspeito foi alvejado e socorrido pelo enfermeiro da fração, sendo encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento da Maré (UPA). De posse do suspeito, foram encontradas uma pistola, munições e uma granada. Até o presente momento não há informações sobre o estado de saúde do suspeito. Para preservar a integridade do suspeito e de sua família não informamos sua identidade.

Você pode gostar