Julgamento de miliciano 'Batman', que chefiava Liga da Justiça, é adiado

Pedido foi feito por advogado do ex-policial militar, que alegou problemas de saúde nesta terça-feira

Por O Dia

Rio - Marcado para as 13h desta terça-feira, o julgamento do ex-policial militar Ricardo Teixeira da Cruz, o 'Batman', foi adiado. Segundo o Tribunal de Justiça, o pedido foi feito pela defesa do réu, alegando problemas de saúde de um dos advogados, Clóvis Sahione. 

Chefe da milícia que atuava em Campo Grande%2C Batman foi condenado em 2013 em outro processo por homicídio do segurança Alexandre Pinheiro Gouvêa%2C em março de 2009Eduardo Naddar / Agência O Dia

Batman - que também é apontado como o chefe da milícia Liga da Justiça em Campo Grande, na Zona Oeste - seria julgado nesta tarde no IV Tribunal do Juri, por homicídio qualificado ocorrido em abril de 2007.

Batman - assim como Luciano Guinâncio Guimarães - foi denunciado pelo assassinato de Ilton do Nascimento, em Santa Cruz. Os dois armaram uma eboscada a Ilton em retaliação ao fato de a vítima ter se negado a ceder a administração da linha de transporte alternativo que operava.

Os réus respondem por homicídio qualificado por motivo torpe e mediante emboscada sem possibilidade de defesa da vítima. Luciano Guinâncio é julgado em processo à parte.

Últimas de Rio De Janeiro