Paes estuda entregar a Pedro Paulo coordenação da área social

Medida faz parte para aumentar a visibilidade do deputado federal — prefeito quer que ele seja seu sucessor

Por O Dia

Rio - Eduardo Paes estuda entregar ao deputado federal Pedro Paulo Carvalho (PMDB) a coordenação da área social de seu governo. A medida faz parte de uma estratégia para aumentar a visibilidade do parlamentar — o prefeito quer que ele seja seu sucessor.

Na Casa Civil da prefeitura, função que exerceu até o início de abril, Pedro Paulo coordenava diversos setores, um trabalho voltado mais para o público interno. A partir de 2015, porém, a prioridade de Paes será torná-lo mais conhecido.

Disputa

A indicação de Pedro Paulo para a disputa da prefeitura em 2016 não é consensual no PMDB. Presidente do partido no estado, Jorge Picciani quer a vaga para seu filho, o deputado Leonardo Picciani. Sérgio Cabral seria, em tese, o único candidato que uniria os dois grupos.

Ação em comum

A lista de deputados que enfrentam problemas na Justiça Eleitoral é imensa: analistas do TRE recomendaram a desaprovação das contas de cerca de 80% dos eleitos. Advogados de diversos partidos decidiram fazer um memorial coletivo dirigido aos desembargadores. Alegam que os problemas apontados tem a ver com questões burocráticas.

Segredo genético

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) começou a mapear o perfil genético de 60 triatletas e maratonistas do estado. Quer especificar as características de esportistas de alta performance. O resultado ficará pronto daqui a um ano.

Venda obrigatória

O Tribunal Superior do Trabalho negou recurso ao Banco Safra, condenado em instâncias inferiores a pagar indenização de R$ 1,2 milhão por forçar empregados a vender um terço de suas férias.