Trem do Samba terá ação contra a violência

Evento começa às 13h deste sábado na Central do Brasil

Por O Dia

Rio - Acontece neste sábado, durante o Trem do Samba, a Campanha do Laço Branco, que pretende mobilizar os homens em ações pelo fim da violência contra a mulher. Antes da saída dos vagões da Central para Oswaldo Cruz, equipes da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos vão distribuir panfletos e adesivos para “carimbar” os homens que aderirem à iniciativa.

A campanha integra os “16 Dias de Ativismo”, lançado no fim de novembro com o Dia da Consciência Negra. Os atos seguem até a próxima quarta-feira, quando será celebrado o Dia Internacional da Luta pelos Direitos Humanos. O movimento está presente em mais de 55 países, sendo apontado pela ONU como a maior iniciativa mundial pela causa.

A 19ª edição do Trem do Samba, que homenageia Dona Ivone Lara, de 93 anos, começa às 13h, após uma abertura com DJs na Central do Brasil. Às 15h, acontece o show do Grupo Underground Samba Lapa e Cacique de Ramos, junto com Wilson Moreira, Nelson Sargento e Velhas Guardas de escolas de samba.

A partir das 18h, partem cinco trens rumo a Oswaldo Cruz, onde haverá shows em mais três palcos. Dona Ivone Lara canta às 21h30. O ingresso custa um quilo de alimento não-perecível. A programação completa pode ser acessada no site www.tremdosamba.com.

Últimas de Rio De Janeiro