PM de UPP é morto em tentativa de assalto em Nova Iguaçu

Esposa de Adelson da Conceição e bandido foram baleados. Menor de 15 anos que teria feito os disparos foi apreendido

Por O Dia

Lotado na UPP Camarista Méier%2C o PM Adelson da Conceição Júnior foi morto em Nova Iguaçu%2C na Baixada Fluminense%2C quando voltava da festa de aniversário de sua filhaDivulgação / WhatsApp do DIA (98762-8248)

Rio - Mais um policial militar de folga foi morto por bandidos durante uma suposta tentativa de assalto no bairro K-11, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na noite de quinta-feira. O cabo da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier, Adelson da Conceição Junior, de 34 anos, foi baleado após trocar tiros com quatro bandidos em duas motos. Ele é o 104º PM morto em 2014. Outros 272 foram baleados.

A mulher dele Patrícia Moraes do Nascimento foi baleada no ombro, está internada em uma casa de saúde, mas não corre risco de morrer. O PM vinha de uma comemoração do aniversário da filha de seis anos. Outras três crianças estariam no veículo.

Um dos dois criminosos foi baleado no olho e está internado sob custódia no Hospital da Posse, no Centro de Nova Iguaçu. O PM ainda chegou a ser levado por colegas do 20ºBPM (Mesquita) para a mesma unidade, mas acabou não resistindo Um menor de 15 anos e um revólver calibre 38 foram apreendidos. Os outros dois conseguiram fugir levando a pistola do policial.

A abordagem dos bandidos ao carro do PM e a troca de tiros ocorreram na Praça Santos Dumont, próximo a Via Light, por volta das 22h. De acordo com um PM do 20ºBPM, o responsável pelos disparos que mataram Adelson foram dados pelo menor de 15 anos, que teria descarregado a arma contra o militar.

O delegado Breno Carnevalli, da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), esteve na Casa de Saúde Nossa Senhora de Fátima, no Centro de Nova Iguaçu, onde a mulher do PM está internada. Ele disse que irá aguardar a melhora emocional e do estado de saúde dela para ouví-la sobre o ocorrido.

Últimas de Rio De Janeiro