Dupla é presa após furtar pizzaria e consultório na Curicica

Policial civil de folga prendeu casal que tentava roubar pizzaria e consultório na Zona Oeste. Terceiro envolvido fugiu

Por O Dia

Rio - Um policial civil, de folga, prendeu um casal tentando roubar dois estabelecimentos comerciais na Avenida Pedro Corrêa, Jacarepaguá, na madrugada deste domingo. O agente, lotado na 24ª DP (Piedade), estava na varanda do prédio onde mora quando viu três assaltantes, dois homens e uma mulher, tentando arrombar a pizzaria buona pizza. Os bandidos antes já tinham entrado em um consultório dentário.

O policial, que antes ligou para o 190, desceu do apartamento e abordou o trio. Danielle Felizardo Damião, de 18 anos, moradora da Rocinha, e Rafael Barros Alves, de 20, que reside na Vila Autódromo, foram capturados pelo inspetor. O outro suspeito conseguiu fugir e não sabe se ele estava armado. Os PMs do 18 BPM (Jacarepaguá) chegaram logo em seguida e conduziram os presos para a 32ª DP (Taquara), onde o fato foi registrado.

"Deixei minha esposa e filha em casa para defender o patrimônio de alguém que não conheço. Mas fiz o que tinha que fazer e o que a sociedade espera de um policial. Deu tudo certo, mas poderia não ter dado e ter ficado assistindo tudo de camarote em casa", comentou o investigador, que tem 14 anos de polícia e não quis se identificar.

Danielle Felizardo Damião%2C 18%2C e Rafael Barros Alves%2C 20%2C foram presos. Outro integrante do trio conseguiu fugirDivulgação

O material roubado pelos criminosos foi recuperado pelo agente. Ele conseguiu reaver três laptops, celulares, garrafas de bebida e uma pequena quantia em dinheiro. Segundo moradores da região, nas últimas semanas, um mercado foi assaltado duas vezes.

"A ação do policial foi excelente e só tenho agradecer. Mas aqui na área está muito vulnerável e é preciso de mais ronda", comentou um dos donos do estabelecimento assaltado pela dupla, que não quis se identificar. Danielle e Rafael foram autuados por furto qualificado com concurso de pessoa e arrombamento. A dupla pode ficar até oito anos de cadeia.


Últimas de Rio De Janeiro