Por bianca.lobianco
Publicado 21/12/2014 23:15 | Atualizado 21/12/2014 23:23

Rio - A famosa praça dos alagamentos provocados pelas chuvas de verão vai ganhar uma pista de patinação. A Praça da Bandeira, que desde o ano passado tem um reservatório para tentar conter os estragos provocados pelas enchentes, está sendo revitalizada e terá um novo visual.

Com as intervenções que são feitas pela Prefeitura do Rio, o espaço vai virar uma área de lazer com academia para a terceira idade, um canteiro arborizado, bancos e nova iluminação. Para quem gosta de se exercitar, há outra novidade: terá ainda um circuito para caminhadas.

Projeto mostra como ficará a Praça da Bandeira depois da construção da pista para patinação. Reurbanização da área inclui arborizaçãoDivulgação

A previsão é que toda a obra seja concluída até março. “Essa urbanização é uma forma de atrair um pouco de uso, mais qualificado, para a praça. Foi uma decisão tomada em parceria com moradores. O rinque (de patinação) vai ficar em cima do reservatório. Quem anda de skate também poderá usar a pista, que é circular, de cimento e de alta resistência”, explicou o presidente da Fundação Rio-Águas, João Luiz Reis, que garantiu ainda a presença da Guarda Municipal para ajudar a manter a segurança no local.

A bandeira do Brasil, símbolo da praça, também será reinstalada com as novas intervenções. O mastro já foi colocado no lugar.

Em operação desde dezembro de 2013, o ‘piscinão’ tem capacidade para receber até 18 milhões de litros de água da chuva e 20 metros de profundidade. Com isso, a água das ruas entra no reservatório através de três aberturas e é escoada para o Rio Trapicheiro.

Apesar do investimento para evitar o tradicional caos em dias de tempestade, a praça não está totalmente salva de alagamentos, mas vai ajudar a minimizar o antigo problema. Isso porque o espaço fica numa região baixa e sofre com a influência da maré. “Então, quando se tem muita chuva forte, a água escoa muito rapidamente e chega à praça”, afirmou o presidente da Rio-Águas.

Além desse piscinão, há outros quatro para ajudar a controlar as inundações nas regiões da Tijuca e do Maracanã. Eles vão ficar prontos no ano que vem, segundo a prefeitura. O investimento total nas obras é de R$343,4 milhões, compartilhados entre governo federal e município.

Você pode gostar