Paes diz que aumento das passagens de ônibus é 'contratual, natural e normal'

Valor do reajuste será publicado no Diário Oficial na sexta-feira. Trem, barcas, ônibus intermunicipais e táxis também alteram tarifas

Por O Dia

Rio - O preço da passagem de ônibus municipais no Rio vai aumentar. "A gente vai fazer o reajuste da passagem. Nós estamos ainda fechando os últimos cálculos. A gente fez o aumento ano passado e faremos de novo este ano. É contratual, natural e normal que assim aconteça", disse o prefeito Eduardo Paes durante entrevista na manhã desta terça-feira, enquanto acompanhava os últimos preparativos para a festa do Réveillon, em Copacabana, na Zona Sul da cidade. 

Questionado sobre protestos contra o aumento dos valores, Eduardo Paes disse não temer possíveis manifestações, o que considerou ser "parte de um sistema democrático". Segundo o prefeito, o novo valor das passagens dos coletivos será anunciado ainda nesta terça-feira, ou, mais tardar, na sexta-feira, quando o reajuste será publicado no Diário Oficial. No entanto, ainda não se sabe para quanto irá o preço da passagem. 

No último dia 18, o prefeito já havia confirmado o aumento das passagens já para o início de janeiro, como adiantou o DIA.

Entenda: Paes confirma aumento de passagem de ônibus em janeiro de 2015

Eduardo Paes garante aumento de passagem durante evento em CopacabanaJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

Trem, barcas e ônibus intermunicipais também aumentam

SuperVia e CCR Barcas poderão aumentar o valor das passagens a partir do dia 12 de fevereiro de 2015 desde que avisem seus passageiros com 30 dias de antecedência. O reajuste da tarifa foi permitido em sessão regulatória realizada no último dia 18 e divulgado nesta terça-feira pela Agetransp, a Agência Reguladora de Transportes.

A decisão permite à concessionária que administra os trens cobrar R$ 3,30. Nas barcas, poderão ser cobrados R$ 5. O conselho diretor da agência reguladora homologou reajuste de 5,75% (IPCA) para tarifa das linhas sociais de barcas e de 3,66% (IGP-M) para a tarifa dos trens.

Valor das passagens aumenta nos ônibus intermunicipais, trem e barcas

Barcas são autorizadas a alterar tarifas a partir de 12 de fevereiroCarlos Moraes / Agência O Dia

As passagens também subirão nos ônibus intermunicipais, onde as novas tarifas entram em vigor a partir do dia 10 de janeiro de 2015, segundo publicação no Diário Oficial do Estado desta terça-feira. O índice de reajuste nos valores das passagens dos ônibus e vans intermunicipais será de 12,46%.

Sendo assim, o valor da passagem passará dos atuais R$ 2,80 para R$ 3,15. O valor do Bilhete Único seguirá o índice, indo dos R$ 5,25 para R$ 5,90. Segundo o Governo do Estado, o novo valor do Bilhete Único começa a valer em 1º de fevereiro de 2015.

Táxis também são autorizados a subir tarifas

E ainda nesta terça, mais um motivo para os cariocas começarem a temer pelos bolsos. A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) reajuste nas tarifas dos 33 mil táxis que circulam no município do Rio - convencionais (amarelinhos) e Executivos (especiais).

O reajuste, de cerca de 5,8% com base na tarifa vigente do táxi convencional, passa a vigorar a partir do primeiro minuto de sexta-feira, 2/01. A bandeirada passará de R$ 4,80 para R$ 5,20. A SMTR já definiu que a distribuição das tabelas será feita na sexta-feira, em 11 pontos da cidade. Os táxis executivos devem se dirigir ao Guerenguê para a retirada da nova tabela.

Bandeirada passará de R$4,80 para R$5,20Alexandre Vieira / Agência O Dia

A Resolução autoriza o reajuste de R$1,95 para R$ 2,05 o valor da quilometragem na Tarifa 1, de segunda à sábado, das 6h às 21h. Já na Tarifa 2, o quilômetro rodado, em vigor das 21h às 6h e aos domingos e feriados, independente do horário, passará de R$ 2,34 para R$ 2,46.

A SMTR autoriza a cobrança na tarifa 2 das corridas com destino a áreas de ladeiras íngremes, sem discriminação horária. A tarifa da hora parada ou de espera sobe de R$ 24,57 para R$ 25,83, enquanto o preço para transportar volumes com dimensões entre 30 por 60 centímetros passa de R$ 1,95 para R$ 2,05, desde que a bagagem seja manuseada pelo motorista.

Nos táxis da categoria Executivo (especiais), a bandeirada passará de R$ 6,30 para R$ 6.60; o quilômetro rodado de R$ 3,40 para R$ 3,60 e a tarifa de espera ou de hora parada de R$ 42,84 para R$ 45,36. Até a aferição do taxímetro com a nova tarifa, a Secretaria informa que a cobrança dos novos preços deverá ser confrontada com os valores marcados no taxímetro com o valor indicado na tabela afixada internamente no vidro lateral traseiro esquerdo do táxi.

Últimas de Rio De Janeiro