Grupo de amigos é assaltado enquanto fazia piquenique na Lagoa, na Zona Sul

Bandidos levaram cordões de ouro, celulares, dinheiro e uma bicicleta avaliada em R$ 3 mil

Por O Dia

Rio -  O que pretendia ser uma confraternização de amigos no último dia do ano, terminou mal. Um grupo de sete pessoas fazia um piquenique na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, quando foi abordado por dois assaltantes, um deles com uma peixeira, e tiveram os pertences roubados na manhã desta quarta-feira. Os bandidos levaram cordões de ouro, celulares, aproximadamente R$ 100 e uma bicicleta avaliada em R$ 3 mil. O grupo de amigos prestou depoimento na 13ª DP (Ipanema), e, segundo a Polícia Civil, o caso será encaminhado à 15ª DP (Gávea).

"Nunca mais eu faço um piquenique na Lagoa. Nunca mais", disse a advogada Jade Dias, de 27 anos.

Após o assalto, as vítimas disseram ter encontrado PMs que faziam uma ronda próximo ao local do crime, que fica perto do Corte de Cantagalo. Os  policiais disseram que a ocorrência foi encaminhada ao 23º BPM (Leblon), responsável pelo patrulhamento da área.

Roubos de rua e roubos a pedestres crescem no Rio

Ainda de acordo com a advogada, o grupo nem percebeu a ação dos assaltantes, que passaram por eles pela ciclovia em uma bicicleta. Um dos bandidos estava sendo levado na carona. Jade contou que a aproximação de um dos marginais, o que estava com a faca, nem foi percebida:

"Ele disse: eu quero o camelo (bicicleta), só quero o camelo", disse a advogada. Segundo ela, ele viu que não tinha ninguém em volta e aproveitou para ameaçar esfaquear todo mundo. A bicicleta, segundo outra vítima, estava solta, encostada numa árvore. Uma das vítimas disse que o homem que estava com a faca era negro, estatura mediana e com cabelo raspado, mais alto no meio do que nas laterais. 

Em nota, o 23º BPM informou que parte do reforço de 135 policiais que o batalhão recebeu em 2014 foi deslocado para a Lagoa. Além disso, a Polícia Militar disse ser essencial que os cidadãos façam o registro das ocorrências.

Denúncias sobre localização de criminosos, armas e drogas podem ser feitas pelo Disque-Denúncia (2253-1177), com anonimato garantido.

Bicicleta roubada é avaliada em aproximadamente R%24 3 milarquivo pessoal

Roubos de rua aumentam em 20,7% no estado

O Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou, na tarde desta terça-feira, as incidências criminais e administrativas de segurança do Estado do Rio de Janeiro no mês de novembro deste ano. Casos como roubos de rua e roubos a pedestres cresceram 20,7% e 16,8%, respectivamente (6.370 em 2013 contra 7.689 em 2014 e 5.355 em 2013 contra 6.256 em 2014).


Últimas de Rio De Janeiro