Sem Internet, PF paralisa passaportes

Emissão só foi normalizada nesta sexta-feira

Por O Dia

Rio - Quem tentou tirar o passaporte nos últimos dias enfrentou longas filas e desinformação no posto da Polícia Federal no Aeroporto Internacional Tom Jobim. A emissão do documento foi interrompida na última quarta-feira devido à queda da conexão, fornecida pela operadora Oi.

Sem Internet, o sistema de emissão de documentos ficou fora do ar, gerando muita confusão entre os passageiros que se queixaram da falta de informação. Servidores do órgão afirmaram aos usuários que a emissão estava sendo feita manualmente. A demora no atendimento fez muitos passageiros desistirem de tirar o passaporte.

De acordo com a PF, o serviço foi normalizado nesta sexta-feira. O órgão informou que ninguém será prejudicado pela falta temporária de internet. A Polícia Federal garantiu ainda que todas as pessoas afetadas pelo problematécnico serão remarcadas para a próxima semana.

Segundo os agentes, todas as pessoas que já estavam agendadas serão contactadas para que retornem ao posto. O órgão prometeu dar prioridade no atendimento a esses passageiros, sem prejudicar os demais agendamentos. Mesmo com a retomada da emissão, muitos não conseguiram ser atendidos ontem. Todos terão que voltar ao mesmo posto, na semana que vem com os documentos e o protocolo de agendamento.

Últimas de Rio De Janeiro