Lista de motos roubadas pelo bando de Playboy ainda não foi enviada à polícia

Falta da relação de veículos roubados compromete investigações, diz delegado. Ação da Civil apreendeu 112 motocicletas na Pedreira

Por O Dia

Rio - Nove dias após o roubo de 193 motos do depósito do Departamento de Transportes Rodoviário (Detro), em Fazenda Botafogo, Zona Norte do Rio, a Polícia Civil ainda não recebeu a listagem dos veículos que o bando do traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, retirou do local. O criminoso ordenou, nesta quarta-feira, a devolução de 97 delas.

GALERIA: Polícia caça Playboy e motos roubadas do Detro

Segundo o delegado Pedro Medina, da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), que comandou nesta sexta-feira uma operação para tentar prender Playboy no Complexo da Pedreira, a empresa responsável pela segurança das motocicletas — a Rodando Legal — deveria repassar a lista para o Detro, que a repassaria para os policiais, o que não aconteceu.

A Polícia Civil faz nesta sexta-feira uma operação no Morro da Pedreira%2C em Costa Barros%2C para prender os envolvidos nos roubos de 193 motos do depósito do DetroFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Ainda de acordo com Medina, a falta da relação prejudica as investigações. "Hoje iniciamos apenas um trabalho, não é uma ação final. O estouro do desmanche foi importante, mas seguiremos fazendo mais ações como esta", disse. Foram apreendidas 112 motocicletas durante a operação, 73 delas com problemas de documentação e 39 constando como roubadas, mas ainda não é possível saber se as últimas foram retiradas do Detro pelo bando de Playboy.

Participaram da ação 300 policiais civis de quatro delegacias. Foram utilizados 22 reboques e recuperados 34 carros e dois caminhões, além de oito motores de carro com caixa de marcha e peças de desmanche na Pedreira. Um supeito morreu após confronto com os agentes e dois foram presos. Um, segundo os policiais, seria foragido da Justiça e o outro tinha mandado de prisão pendente. Medina informou que três vídeos sobre o roubo já foram analisados.

"Agora, estamos investigando para saber se quem devolveu as motos no Detro seria do bando do Playboy. Pode ser que algum comparsa dele faça parte do grupo. Outras imagens que analisamos mostram um grupo circulando em motos. Ainda não sabemos se é o bando saindo do Detro ou de algum baile nas proximidades", contou o delegado. Questionado sobre a caçada ao traficante Playboy, Medina foi enfático. "Ele conta com o apoio de muitos moradores da região, por isso ainda não o pegamos", afirmou.

Recompensa por Playboy aumentou para R$ 50 mil

Recompensa pelo traficante Playboy aumentou para R%24 50 milDivulgação

Na quinta-feira, o Portal dos Procurados aumentou para R$ 50 mil a recompensa por informações que levem a prisão de Playboy e para R$ 10 mil reais, a recompensa de Vanilson Venâncio Gomes, o Tida, responsável por toda logística da quadrilha que age no Morro da Pedreira. Anteriormente as recompensas eram de R$ 20 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Os cartazes foram divulgados pelo Disque-Denúncia.

Até o início da tarde desta sexta, segundo a assessoria dos Procurados, pelo menos 22 ligações para denunciar o criminoso foram feitas através da Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177.

A quadrilha comandada por Playboy é a responsável pelos diversos roubos de cargas, na região do entorno da Pedreira, principalmente, as de cigarros que valem muitos no mercado negro. Outros produtos visados pelos traficantes são os eletroeletrônicos, alimentos, e remédios. Metade do dinheiro que a quadrilha consegue com os roubos, é dado ao traficante para comprar armas e drogas, financiar outras quadrilhas e alugar armas para invasões em redutos de grupos rivais.

O Detro informou nesta quinta que os proprietários das motos estão entrando em contato direto com a empresa responsável pela guarda dos veículos na Fazenda Botafogo, a Rodando Legal. E garantiu que todos os donos que apresentarem a documentação (a mesma exigida para retirada dos veículos) serão ressarcidos pela empresa de eventuais prejuízos. O órgão disse ainda que a Rodando Legal está fazendo levantamento das motos devolvidas e suas condições.

Últimas de Rio De Janeiro