PT se assusta por Paes querer tirar Secretaria de Habitação do partido

Presidente municipal defendeu a aliança com o prefeito e admitiu até uma união para a disputa da prefeitura em 2016

Por O Dia

Rio - O PT ficou assustado com a notícia, publicada no Informe, de que Eduardo Paes quer tirar a Secretaria de Habitação do partido e entregá-la para o PSD. Petistas se mobilizaram para tentar barrar a troca. Presidente do PT municipal, Bob Calazans se disse surpreso.

Ele defendeu a aliança com o prefeito e admitiu até uma união para a disputa da prefeitura em 2016. Segundo ele, o candidato pode ser o deputado Pedro Paulo Carvalho (do PMDB, apoiado por Paes) ou o vice-prefeito Adilson Pires, petista.

Juntos e misturados

“Estamos muito alinhados”, afirmou Calazans.

Sintonia fina

Além de buscar o apoio do PSD para a candidatura de Pedro Paulo, Paes quer, com a mudança, sintonizar a secretaria com o Ministério das Cidades, responsável pela área de habitação e que também foi entregue ao partido.

Dia do Fico

O deputado André Ceciliano confirma o convite para ir para o PSD (faria, antes, um estágio no PL). Mas diz que ficará no PT.

Esperança

Presidente do PT estadual, Washington Quaquá aproveitou a proposta a Ceciliano para alfinetar um desafeto. “Será que o PSD não quer o (deputado petista) Zaqueu Teixeira?”.

Brizola fica

Numa discussão com o vereador Leonel Brizola Neto, Paes disse que atenderia ao seu pedido de retirar o nome do avô da fábrica de escolas. Mas tende a deixar tudo como está.

Aumento e grosseria

Às 7h30 de quarta, na altura da Uerj, passageiros reclamaram de um motorista da linha 239 que não havia parado num ponto. A resposta: “Em vez de apertar a campainha, usem o dedo para enfiar em outro lugar.” Fino, né?

Últimas de Rio De Janeiro

PT se assusta por Paes querer tirar Secretaria de Habitação do partido O Dia - Rio De Janeiro

PT se assusta por Paes querer tirar Secretaria de Habitação do partido

Presidente municipal defendeu a aliança com o prefeito e admitiu até uma união para a disputa da prefeitura em 2016

Por O Dia

Rio - O PT ficou assustado com a notícia, publicada no Informe, de que Eduardo Paes quer tirar a Secretaria de Habitação do partido e entregá-la para o PSD. Petistas se mobilizaram para tentar barrar a troca. Presidente do PT municipal, Bob Calazans se disse surpreso.

Ele defendeu a aliança com o prefeito e admitiu até uma união para a disputa da prefeitura em 2016. Segundo ele, o candidato pode ser o deputado Pedro Paulo Carvalho (do PMDB, apoiado por Paes) ou o vice-prefeito Adilson Pires, petista.

Juntos e misturados

“Estamos muito alinhados”, afirmou Calazans.

Sintonia fina

Além de buscar o apoio do PSD para a candidatura de Pedro Paulo, Paes quer, com a mudança, sintonizar a secretaria com o Ministério das Cidades, responsável pela área de habitação e que também foi entregue ao partido.

Dia do Fico

O deputado André Ceciliano confirma o convite para ir para o PSD (faria, antes, um estágio no PL). Mas diz que ficará no PT.

Esperança

Presidente do PT estadual, Washington Quaquá aproveitou a proposta a Ceciliano para alfinetar um desafeto. “Será que o PSD não quer o (deputado petista) Zaqueu Teixeira?”.

Brizola fica

Numa discussão com o vereador Leonel Brizola Neto, Paes disse que atenderia ao seu pedido de retirar o nome do avô da fábrica de escolas. Mas tende a deixar tudo como está.

Aumento e grosseria

Às 7h30 de quarta, na altura da Uerj, passageiros reclamaram de um motorista da linha 239 que não havia parado num ponto. A resposta: “Em vez de apertar a campainha, usem o dedo para enfiar em outro lugar.” Fino, né?

Últimas de Rio De Janeiro