Por paulo.gomes
Rio - Policiais da Delegacia Fazendária (Delfaz) realizam nesta terça-feira uma operação no Cemitério Jardim Sulacap, em Sulacap. Os agentes também estão nos bairros do Méier, São Cristóvão e Barra da Tijuca. O objetivo da ação é desarticular uma quadrilha suspeita de vender ilegalmente sepulturas em áreas reservadas para os indigentes. Segundo a investigação, o lucro seria até R$ 40 mil por venda.
Além disso, os agentes também cumprem dez mandados de busca e apreensão nos imóveis dos suspeitos de fazer parte da quadrilha. Entre os envolvidos está Alexandre Meirelles Barreto, administrador do cemitério. De acordo com a delegada Tatiana Queiroz, responsável pela operação, as investigações tiveram início em novembro do ano passado.