Site da UFRJ é invadido por hacker

Responsável pelo ataque diz que Maomé vem sendo desrespeitado e ameaça Israel

Por paulo.gomes

Rio - O site do curso de História da UFRJ e da revista Itaca, do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da faculdade, foram invadidos neste sábado por um hacker que se diz muçulmano. Na mensagem da página, foi publicado o texto em inglês: "Protesto contra o nosso amado profeta Muhammad. Mensagem para o mundo. O Islã não é sobre 'nós somos melhores do que você' . Islã é sobre 'deixe-me mostrar-lhe algo que é melhor para você'. Se o Islã promovesse o terrorismo, você não estaria vivo agora. Há mais de 2,6 bilhões de pessoas como a gente. Tome cuidado". Até às 12h30, as páginas continuavam invadidas.

O site do curso de História da UFRJ e da revista Itaca%2C do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da faculdade foram invadidos por um hacker exaltando o profeta MaoméReprodução Internet


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia